Categories
Os mais vendidos

Tempos: movimentos experienciados

Tempos: movimentos experienciados
Categoria :

Autores:

Referência: cod317
Disponibilidade: Em estoque
Preço: R$ 30,00
Qtd:
-
+
 
   - OU -   

Resenha

Nossa trajetória no Núcleo de Estudos e Pesquisas em Educação e Diversidade (NEPED) vinculado à Faculdade de Educação (FACED) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) é repleta de movimentos que nos levam a determinadas estações, paradas, evidenciadas em relatórios, seminários, obras como esta Tempos:  movimentos  experienciados.

No NEPED buscamos trabalhar com as diferenças como formas concretas da existência, ou seja, como formas possíveis e dignas de se estar no mundo, rompendo, assim, com a dicotomia paradigmática do normal versus anormal. Direcionamos os estudos/pesquisas para a compreensão das diferenças, tanto no que se refere aos fundamentos históricos, filosóficos, sociológicos que implicam na Atualidade numa outra forma dos homens e mulheres serem, estarem e se relacionarem no e com o mundo, como também nos reflexos de toda essa mudança na e para a educação. Uma das linhas de pesquisa do Núcleo – Cotidiano escolar e Diversidade – tem como pano de fundo o deslocamento do dado do universal da Modernidade para o do múltiplo da Atualidade, através do estudo das categorias conhecimento, tempo, espaço e sujeito. Particularmente no Grupo Tempos realizamos estudos/pesquisas sobre a temática  tempo. 

E, para que pensar no tempo, se não temos domínio sobre ele? Se não o fazemos? Se ele nos arrasta qual força irretornável da natureza? Por que gastarmos nosso tempo pensando no tempo que não podemos dominar? Respondemos ao leitor e à leitora com a provocação de temporalidades, como o estar sendo no mundo atual. Conviver com as múltiplas temporalidades experienciadas no cotidiano escolar é conviver com as diferenças que nos constituem humanos

A leitura de um livro não deve se fazer apenas como ato mecânico, mas como experiência. A leitura de um livro que propõe uma roda de conversas que tem como  temática  tempo  e  educação  não  deve ser feita na contramão do tempo relógio, mas como reflexão das implicações do tempo na experiência educacional de cada um: educadores, educadoras e educandos, educandas.

Com esta obra Tempos: movimentos experienciados, oferecemos uma obra ao leitor e à leitora com a temática tempo que vimos estudando/pesquisando. Assim, este livro não se pretende apenas mais um livro de capa bonita para enfeitar a estante, mas sim, um convite à reflexão das temporalidades, à leitura e releitura do ser e estar  sendo  no  mundo  atual. 


 

Descrição

Resenha

Nossa trajetória no Núcleo de Estudos e Pesquisas em Educação e Diversidade (NEPED) vinculado à Faculdade de Educação (FACED) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) é repleta de movimentos que nos levam a determinadas estações, paradas, evidenciadas em relatórios, seminários, obras como esta Tempos:  movimentos  experienciados.

No NEPED buscamos trabalhar com as diferenças como formas concretas da existência, ou seja, como formas possíveis e dignas de se estar no mundo, rompendo, assim, com a dicotomia paradigmática do normal versus anormal. Direcionamos os estudos/pesquisas para a compreensão das diferenças, tanto no que se refere aos fundamentos históricos, filosóficos, sociológicos que implicam na Atualidade numa outra forma dos homens e mulheres serem, estarem e se relacionarem no e com o mundo, como também nos reflexos de toda essa mudança na e para a educação. Uma das linhas de pesquisa do Núcleo – Cotidiano escolar e Diversidade – tem como pano de fundo o deslocamento do dado do universal da Modernidade para o do múltiplo da Atualidade, através do estudo das categorias conhecimento, tempo, espaço e sujeito. Particularmente no Grupo Tempos realizamos estudos/pesquisas sobre a temática  tempo. 

E, para que pensar no tempo, se não temos domínio sobre ele? Se não o fazemos? Se ele nos arrasta qual força irretornável da natureza? Por que gastarmos nosso tempo pensando no tempo que não podemos dominar? Respondemos ao leitor e à leitora com a provocação de temporalidades, como o estar sendo no mundo atual. Conviver com as múltiplas temporalidades experienciadas no cotidiano escolar é conviver com as diferenças que nos constituem humanos

A leitura de um livro não deve se fazer apenas como ato mecânico, mas como experiência. A leitura de um livro que propõe uma roda de conversas que tem como  temática  tempo  e  educação  não  deve ser feita na contramão do tempo relógio, mas como reflexão das implicações do tempo na experiência educacional de cada um: educadores, educadoras e educandos, educandas.

Com esta obra Tempos: movimentos experienciados, oferecemos uma obra ao leitor e à leitora com a temática tempo que vimos estudando/pesquisando. Assim, este livro não se pretende apenas mais um livro de capa bonita para enfeitar a estante, mas sim, um convite à reflexão das temporalidades, à leitura e releitura do ser e estar  sendo  no  mundo  atual. 


 

Tags:
Endereço:

Rua Benjamin Constant, 790
Museu de Arte Murilo Mendes
Centro - CEP: 36015-400
Juiz de Fora/MG

Formas de pagamento - PAGSEGURO



Todos os direitos reservados a Editora UFJF © COPYRIGHT 2013
Desenvolvido com HTML5 and CSS3
Fale com o desenvolvedor.